terça-feira, 16 de novembro de 2010

E novamente, o mesmo papo!


Estes dias, novamente me deparei com um caso freqüente e que pela explícita auto-explicação decidi postar aqui...
Quantos, que como eu, já não passaram pelo mesmo famigerado diálogo!
Estava eu passeando no centro da cidade quando encontrei um amigo (evangélico roxo) que há um tempo não via. Conversa vai, conversa vem, e lá veio novamente aquele assunto:

_ Então Danilo, de qual igreja você é mesmo?
_ Da de Cristo, respondi eu já prevendo o que viria por aí.
_ Eu sei, mas de qual denominação você é? Disse ele rindo.
_ Da Cristã, disse eu calmamente.
_ Ok, já entendi que você não anda freqüentando nenhuma igreja não é? Disse ele ironicamente.
_ Eu freqüento a Igreja sim. Disse eu.
_ Mas você não vai a um templo, ou vai?
_ Eu sou o templo, se o Espírito disse que seriamos Seu templo então eu sou, e você também é. Respondi tranquilamente.
_ Ta bom, mas com quem, então, você entra em comunhão? Respondeu ele começando a se irritar.
_ Com qualquer cristão ué! Poderia ser com você, com aquele cara que está passando ali, qualquer um.
_ Mas você tem de ir à igreja! Disse ele chocado.
_ Nós não vamos retornar ao ponto sobre Igreja não é? Disse eu rindo dessa vez.
_ Ta legal! Mas você sabe que temos de ter uma cobertura espiritual dos nossos pastores e líderes. Quem é a sua cobertura então?
_ Jesus! Disse eu paciente.
_ Mas você precisa de outra cobertura!
_ Ué, para mim a cobertura de Jesus Cristo é mais do que suficiente! Por quê? Você precisa de outra que não seja a Dele?
_ Não, mas é que... Você sabe né?
_ O que?
_ Sei lá, isso é rebeldia!
_ O que? Ter Cristo como cobertura? Ser Templo do Espírito? O que?
_ Não, não é isso. Disse ele rindo nervosamente.
_ O que é então?
_ Ah, deixa pra lá, foi bom ver você novamente, mas tem de ir, estou atrasado já. Disse ele com um sorriso nervoso e apertando minha mão.
_ Tudo bem, foi bom te ver também, qualquer dia desses me liga pra gente fazer algo!
_ Ta bom então. E olha. Cuidado viu...
_ Com o que?
_ Nada, esquece! Disse ele, por fim, se afastando e me abanando um tchau.

Sinceramente, acho que isto não precisa de maiores explicações não é? E o que eu me pergunto é: até quando esta peste doutrinária, de casa de Deus, cobertura espiritual, dízimo e tudo o mais, continuará cegando e manipulando aqueles que não entendem, ou que por si só não conseguem romper com tudo isso!



  

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...